quinta-feira, 5 de abril de 2012

# Dia 5 | Céu

 
 Vila Nova de Cerveira, Agosto de 2011

 Porto, Fevereiro de 2012

Dois céus, dois dias, duas cidades, duas vidas numa só. Um céu de Verão e um céu de Inverno. O dia de Verão começou doce e feliz, acabou amargo e triste. O dia de Inverno foi um dia pacífico, melancólico mas com o sorriso de voltar a casa. Ontem foram quase 300 kms e muito pouca vontade de trabalhar. Por vezes nem me lembro como chego do ponto A ao ponto B, chego e pronto, um dia destes talvez não chegue... Ontem queria ver o mar, fez-me falta, 50 kms a mais que seriam? Irrisório, mas não vi o mar. Queria o céu do meu mar, queria o céu dos dias de sol, queria qualquer coisa... Queria um sorriso só para mim, queria colo e beijos na testa, queria a sensação de que o céu é o limite e da hora mágica do crepúsculo. Queria ir para casa, se soubesse onde isso é!




18 comentários:

  1. Lindas fotografias e lindas palavras. Parabéns!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. O céu é o limiteeeeeeeeeeeeee :D

    ResponderEliminar
  3. Eu diria mm q o o limite está para além do céu! Quem sabe a tua CASA esteja aí...para além do céu...para além de qq limite!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez, meteste-me a pensar ;)
      Besitos guapa

      Eliminar
  4. Dois céus diferentes, duas fotografias maravilhosas e inspiradoras!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Dois céus fantásticos. Na ténue luz de um deles, irás certamente descobrir onde é a tua casa. Bj**

    ResponderEliminar
  6. duas belas fotografias, e sou assim como tu nao vivo sem mar
    kis .=)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Faz-me falta, agora só o vejo ao longe :(

      Eliminar
  7. Lindos os dois céus :)
    Lindo texto tb :) como é costume :*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gracias guapa. Me gustan los cielos y las palabras. Besitos

      Eliminar
  8. Adoro o teu céu com escadote!
    Parece que é possível chegar ao infinito*
    Lindo :D

    ResponderEliminar
  9. Querida Lemon, mais que as fotografias (que são lindas!) o teu texto deixou-me pensativa...
    E tiveste os teus beijos na testa? E chegaste a casa?
    Beijinhos.

    ResponderEliminar